ESQUEMAS DE COSMOLOGIA - 08

 

 

II - UNIVERSO NA HISTÓRIA, HISTÓRIA DO UNIVERSO: faces da Cosmologia.

 

 

B) - DA "ESCOLA DE ALEXANDRIA" À ÉPOCA MODERNA.

 

 

3. DOS CÍRCULOS ÀS ELIPSES: imagens cosmológicas em Copérnico e Kepler.

 

--- O PENSAMENTO DE COPÉRNICO ---

 

 

I. O CASO DE N. COPÉRNICO (1473-1543):

A. ORDEM COSMOLÓGICA TRADICIONAL:

1. Religião - ESCRITURAS.

2. Geometria - EUCLIDES.

3. Física - ARISTÓTELES.

4. Espaço e Tempo limitados a:

a. 5000 Anos.

b. Limite da "esfera das fixas".

 

B. ALGUNS ELEMENTOS PARA UMA BIOGRAFIA:

1. A zona Báltica.(Torun-Ermland).

2. Papel do Bispo Lucas Watzel.

3. As viagens. Gracóvia, Bolonha, Pádua, Ferrara.

4. As funções médicas.

5. A vida pacata de Frauenburg.

6. O papel de RETICUS (1514-1576):

a. Ideais humanistas do renascimento.

b. Influência na divulgação do pensamento de Copérnico.

c. "Narratio Prima" (1539).

d. "De Revolutionibus Orbium Coelestium" (1543).

7. Publicação e divulgação da obra de Copérnico:

a. Conflitos com Lutero.

b. O problema do Prefácio anónimo.

 

C. INFLUÊNCIAS DE NATUREZA "CLÁSSICA":

1. Técnicas matemáticas e princípios globais:

a. Pré-socráticos:

(1) Heráclito.

(2) Pitagóricos.

(3) Filolao.

b. As concepções de Ptolomeu.

2. Papel do "heliocentrismo" de Aristarco de Samos.

 

D. ALGUNS PRINCÍPIOS BÁSICOS DA COSMOLOGIA DE COPÉRNICO:

1. Ideia de ESPAÇO FINITO.

2. Corpos celestes não se movem todos EM TORNO DO MESMO CENTRO:

a. Terra não é centro do Universo, mas sim da ÓRBITA LUNAR.

b. Terra não gira RIGOROSAMENTE EM TORNO DO SOL, mas EM TORNO DUM PONTO GEOMÉTRICO distante do SOL com um VALOR EQUIVALENTE A 3 DIÂMETROS SOLARES.

3. Limitação do Universo pela ESFERA DAS "FIXAS".

4. Papel central do SOL.

5. O Sol e os 6 grandes PLANETAS:

a. Mercúrio.

b. Vénus.

c. Terra.

d. Marte.

e. Júpiter.

f. Saturno.

6. A Lua como satélite da Terra.

7. Revolução do Firmamento = ROTAÇÃO DA TERRA.

8. Movimento Anual do Sol = TRANSLACÇÃO DA TERRA.

 

E. ALGUNS ASPECTOS PARTICULARES DO MODELO DE COPÉRNICO:

1. O "aumento de tamanho" do Universo.

2. A Paralaxe.

3. Do FINITO ao "IMMENSUM" --- 2000 vezes maior que o Cosmos clássico. (Aproximadamente igual a 20.000 Raios Terrestres).

4. Manutenção do conceito de EPICICLOS (48).

5. Manutenção da FÍSICA ARISTOTÉLICA, o que supõe:

a. Não percepção de qualquer interpretação de tipo pré-gravitacional.

b. Esfericidade da Terra como "inclinação natural" dentro dum "DESEJO DE ESFERICIDADE".

6. Entendimento da Rotação da Terra como "MOVIMENTO NATURAL", não gerando FORÇAS CENTRÍFUGAS.

 

F. CONSEQUÊNCIAS A PRAZO DA VISÃO COSMOLÓGICA DE COPÉRNICO:

1. Corrosão da ordem cosmológica tradicional.

2. Abalar um modelo de Universo como estrutura hierarquizada apoiada na distinção clássica entre:

a. CÉUS --- Mundo Supra-Lunar.

b. TERRA --- Mundo Sub-Lunar.

3. Deslocação da Ideia de um MUNDO ORDENADO E FINITO para o conceito de um UNIVERSO "IMMENSUM" (não-mensurável).

4. Difusão do Cepticismo e de ideias "perturbantes".